Comprando um terreno para construir

Compartilhe

Conseguir a casa própria ainda é uma das conquistas mais almejadas pelos brasileiros. Há diversos caminhos para atingir este sonho como financiamento imobiliário, consórcio e construção. Aqueles que optam pela última alternativa devem ficar atentos quando estiverem comprando um terreno para não fazer mau negócio.

Construir do zero a nova moradia tem grandes vantagens se você pesquisar e ficar atento aos detalhes no momento de adquirir um lote, planejar a planta da casa, escolher os materiais e a mão-de-obra para edificar o imóvel. O primeiro estágio da casa própria, comprar um terreno, é uma ocasião que gera muitas dúvidas referentes a documentação e avaliação das características para determinar se o investimento vale a pena.

 

Passo a passo para acertar na compra de um terreno:

1 — Considerações antes de comprar um terreno

  • Estude as características do terreno

Os atributos topográficos do lote devem ser considerados, pois podem facilitar ou dificultar a construção no local. Terrenos com alta intensidade de desnível, por exemplo, demandam trabalho extra de aterramento para nivelar o solo e, assim, a construção ser possível. Avalie também se o lote não se encontra em área de risco ambiental, ou seja, com perigo de sofrer com inundações, deslizamentos de terra e incêndios. Analisar a posição do sol no terreno em diversos horários também é um fator a considerar, principalmente ao fazer a planta da casa e distribuição dos cômodos.

  • Avalie o entorno

Ao procurar um terreno para comprar, tente visualizar como será morar no local futuramente. Assim, analise se o bairro oferece infraestrutura básica como iluminação pública, saneamento, ruas asfaltadas e vias de acessos facilitadas. Presença de comércio, serviços de saúde e educação também são pontos importantes a se considerar. Caso ainda não tenham estes atributos, veja se há perspectivas de desenvolvimento da região e se podem ficar prontos até se mudar para o local.

  • Fique atento às normas locais

Antes de investir em um terreno, procure entender o que o Plano Diretor da sua cidade define sobre construção no local desejado e se poderá afetar seus planos. O Plano Diretor é o conjunto de princípios, normas e diretrizes para o desenvolvimento do município e engloba regras para construção. É comum restringir, por exemplo, locais que devem ser preservados (regiões próximas a rios, lagos e reservas ambientais), altura máxima das edificações e finalidade do imóvel (residencial, comercial ou mista).

2 — Comprando um terreno

  • Documentação necessária

Regularizar todos os documentos referentes ao terreno adquirido deve ser a primeira ação a ser feita para evitar que débitos ou compromissos feitos pelo dono anterior recaiam em sua responsabilidade. A Matrícula e Certidão de Propriedade do Imóvel podem ser requeridos pelo cartório de registros ou no fórum (de acordo com cada cidade) e deve ser atualizada com o nome do comprador. Os documentos registram as características oficiais (metragem e localização) e também seu histórico de compra e venda, hipoteca, penhoras, entre outros.

Consulte também junto à prefeitura sobre possíveis débitos referentes a Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Se sentir mais confortável, peça ajuda a um advogado para garantir que todos os documentos sejam providenciados e atualizados.

  • Cuidado para não cair em golpes

Comprar um terreno é um investimento alto, por isso, a atenção deve ser redobrada antes de aceitar qualquer oferta. Nunca complete uma negociação apenas via internet ou telefone. Fique atento para não acreditar em anúncios falsos, ou seja, anúncios de lotes que não estão disponíveis para venda ou terrenos impróprios para construção. Para evitar esta situação, visite o endereço pessoalmente, confira as documentações e desconfie de preços muito baixos. Verifique sempre a credibilidade do anunciante, atestando a veracidade da imobiliária e registro de atuação do corretor autônomo.

3 — Como fazer a manutenção do seu terreno

A lei estabelece que é responsabilidade e obrigação do proprietário cuidar do seu terreno que inclui: mantê-lo limpo, sem lixo e com grama baixa; demarcar o espaço rodeando-o com muro, cerca ou grades; garantir o bom estado do calçamento para não prejudicar o trânsito de pedestres. O não cumprimento dessas normas acarretam multa para o proprietário. Por isso, não descuide do seu terreno até o início das construções.

Curta a página do Clube Imóvel no Facebook para acompanhar todas as novidades do blog!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *